Arquivo do mês: julho 2012

Cineclube Sala Escura (Sessão Latina) – La Buena Vida

O Cineclube Sala Escura – Sessão Latina exibe uma obra de um dos mais consagrados cineastas chilenos da atualidade.

LA BUENA VIDA

Chile/Argentina/Espanha/França/Reino Unido, 2008
Direção: Andrés Wood
Roteiro: Mamoun Hassan, Andrés Wood
Argumento: Rodrigo Bazaes
Produção: Patrício Pereira
Fotografia: Miguel Littín
Som: Miguel Hormazábal
Montagem: Andrea Chignoli
Elenco: Aline Kuppenheim, Manuela Martelli, Eduardo Paxeco, Roberto Farías, Paula Sotelo
109min, Cor, legendas em Inglês, exibição em DVD
Click aqui para ver o trailer.

Santiago do Chile, 2008. Teresa, Edmundo, Mario e Patrícia são quatro habitantes da cidade, cujas vidas se entrecruzam no meio de buzinadas, freadas e alarmes, mas que dificilmente chegam a se tocar. Submergidos pelo vórtice urbano, cada um deles persegue o seu sonho. Laureado como Melhor Filme nos Festivais de Biarritz e Huelva e ganhador do Prêmio Goya de Melhor Filme Hispano-Americano.

Andrés Wood nasceu em Santiago, em 1965, graduando-se em Economia pela Universidad Católica de Chile, em 1988. Em seguida, parte para Nova York para estudar cinema, regressando ao seu país, por volta de 1992, quando inicia a sua atividade audiovisual. O seu curta Reunión de família (1994) é o primeiro filme chileno a participar oficialmente do Festival de Clermont-Ferrand, na França. Debuta no longa com Historias de fútbol (1997), que é bem recebido pelo público. Em seguida, dirige o telefilme El desquite (1999) e o longa Febre do loco (2001), este último lançado em DVD no Brasil. Ambas produções participam de vários festivais. No entanto é com Machuca (2004) que alcança grande notoriedade internacional. O seu último longa, Violeta foi para o céu (2011), foi lançado recentemente no circuito comercial brasileiro.

Mas antes, o curta:

Imágenes reencontradas de Santiago de los Años 20 (título atribuído)

França/Chile, anos 1920
Direção, produção, fotografia e montagem: não identificados
Restauração da Divisão de Cultura do Ministério da Educação do Chile, 1995
10min, P&B, intertítulos em Francês, legendas em Castelhano, exibição em DVD

Diversas cenas da cidade de Santiago nos anos 1920: a Alameda, o Cerro Santa Lucía, Estação Mapocho, o Museu e a Escola de Belas Artes, edifícios governamentais, monumentos públicos, o Parque Cousiño, a festa da primavera, uma parada militar, a Escola de Cavalaria e a primeira locomotiva a vapor do Chile.

Após a sessão, para comemorar a volta da sessão Latina no MAM, convidamos todos a tomar uma “piscola” em nosso tradicional Tragos y Sonidos.

O Cineclube Sala Escura é uma atividade de extensão da Plataforma de Reflexão sobre o Audiovisual Latino-Americano (PRALA), vinculada ao Laboratório de Investigação Audiovisual (LIA) da Universidade Federal Fluminense (UFF).

por Fabián Núñez
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em CINECLUBE SALA ESCURA